Jovens desaparecidos no Rio de Janeiro são encontrados carbonizados em carro

 Parentes
Os familiares dos adolescentes João Vitor Jesus dos Santos (15), Ronaldo Rosa Santos (16) e Rudson Romão Araújo da Silva (22) tentam entender os motivos que causaram os assassinatos dos três meninos. Eles estavam desaparecidos desde o dia 12, quando deixaram sua casa em Bonsucesso para ir até o bairro norte de Piedade e vender um cachorro pit bull. Os corpos foram encontrados carbonizados em um carro abandonado em Madureira na manhã de quinta-feira (19).
À tarde, parentes dos adolescentes visitaram o Instituto Médico Legal (IML) na Avenida Francisco Bicalho para reconhecer os corpos. No entanto, apenas Rudson pôde ser identificado. Os outros dois são reconhecidos apenas pela arcada dentária. "Uma pessoa desceu a rua em Madureira e viu um carro abandonado com os corpos dentro. Eles avisaram a polícia e descobrimos. Infelizmente, foi relatado que os corpos poderiam ser deles", disse Maria Amelia Romão, 54, assistente de serviço geral. - mãe de Rudson.
 Maria Amelia também disse que o carro de Rudson ainda está desaparecido. As famílias ainda não relataram o enterro dos três jovens. Segundo a polícia civil, o caso está sendo investigado pelo DDPA. Todos os familiares de adolescentes já deram depoimentos. A principal linha de investigação é a execução. Acredita-se que o crime tenha sido cometido por milicianos do Morro da Caixa D'agua entre os bairros de Quintino e Piedade.

Nenhum comentário