Ronaldinho Gaúcho joga futsal contra outros presos no Paraguai

 
O ex-craque brasileiro Ronaldinho Gaúcho, preso no Paraguai há uma semana, está gradualmente começando a se integrar à rotina de outros presos.
O ex-jogador participou de uma partida de futsal na Agrupación Especializada nesta semana, onde está preso em Assunção.

 Ronaldinho Gaúcho não queria participar do campeonato de futebol que começou na prisão esta semana. No entanto, segundo o jornal paraguaio "Hoy", o brasileiro aceitou o convite para jogar futsal com outros prisioneiros.

A reportagem "Hoy" cita um relatório do jornalista Iván Leguizamón na rede de tv ABC sobre o jogo de futsal. Leguizamón disse, com base em relatos de policiais que trabalham na Agrupación Especializada, que Ronaldinho conversou com um dos guardas da prisão quando foi chamado para uma das equipes que jogavam na Praça de Futsal. Segundo o jornalista, Ronaldinho também era membro da equipe de Fernando González Karjallo, ex-presidente do Sportivo Luqueño, que também está  preso no local.
Foi outro prisioneiro famoso, o deputado Miguel Cuevas, que tentou sem sucesso conhecer Ronaldinho. O ex-camisa 10 da seleção brasileira venceu sua equipe com cinco gols e seis assistências com 11 a 2.

Em entrevista à Rádio Ñanduti, também citada no relatório "Hoy", o chefe da Agrupación Especializada, Blas Vera, disse que havia notado nos últimos dias que Ronaldinho estava menos deprimido e foi ao pátio da prisão com mais frequência.

Nenhum comentário